Conversas (In)seguras com Vitor Lemos

Unsafe conversations

O PROCESSO DE CRIAÇÃO DO/DA ATOR/ATRIZ COMO EXERCÍCIO DE "DIFERENÇA" 

Nesta segunda edição de Conversas (In)seguras, convidámos Vítor Lemos a falar sobre o processo de criação do/a ator/atriz como exercício de diferença através das apropriações das ações físicas de Stanislavski. No seguimento da sua invesvegação de pós-doutoramento, o experiente encenador e pedagogo tem vindo a desenvolver um processo de atualização das estratégias do sistema russo a partir de pressupostos do pensamento e do teatro contemporâneos - a fim de facultar ao ator e à atriz um contato privilegiado com a dimensão desconhecida que há em tudo o que os cerca e atravessa em cena. A ação que decorre deste contato abala concepções estáveis de “si mesmo” e das circunstâncias nas quais ela é criada, tal como têm demonstrado as práticas experimentadas no estúdio O Canto do Bode, no qual os atores e atrizes têm sido continuamente desafiados, mesmo em contexto ficcional, a fazerem de suas criações processos de subjectivação. Nesta conversa, Vítor Lemos fará um balanço dos princípios e da metodologia que tem regido a sua abordagem pedagógica e artística, não só à luz do pensamento crítico em torno da atuação cénica, mas sobre o alcance que este trabalho imprime ao nível das forças de articulação da diferença na vida política, social, cultural.


Chamada à participação
O evento será realizado em português e terá um número limitado de participantes. Para se inscrever, por favor envie um e-mail para
unsafeseries@gmail.com, a partir do qual virá a receber informação complementar e as credenciais para aceder à sessão via Zoom.


Organização: Maíra Santos & Gustavo Vicente (Centro de Estudos de Teatro - Universidade de Lisboa)
Data: 11 de Dezembro de 2020, 17h-19h/Hora de Lisboa (WET, GMT+1)
Plataforma de conferência online: Zoom


Conversas (In)seguras é um ciclo de conferências à distância com artístas, académicos e outros pensadores convidados em torno dos estudos artísticos. Esta é uma das estratégias do Centro de Estudos de Teatro para procurar novas formas de estar e pensar em conjunto no presente contexto social, ao mesmo tempo que mantém um fluxo provocador de discussões académicas.

* Vitor Lemos é encenador e professor de atuação. É Mestre em Teatro pela Universidade Federal do Estado Rio de Janeiro – UNIRIO (2000) e Doutor em Letras/Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-RJ (2016). Foi docente na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e a Universidade Candido Mendes (UCAM), onde criou e coordenou o Curso de Teatro. Encenou 18 espetáculos no circuito profissional da Cidade do Rio de Janeiro. Há quatro anos reside em Lisboa, onde foi Diretor da Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espetáculo - Chapitô. Atualmente, é professor convidado do Departamento de Artes Cênicas da Universidade de Évora, da Inimpetus - Escola de Actores e da AMA - Academia Mundo das Artes. Como investigador, está filiado ao Centro de Estudos de Teatro da Universidade de Lisboa, onde investiga os processos de criação do ator/atriz junto a um estúdio de atuação, O Canto do Bode.

Investigador