O teatro no centro: o trabalho (in)visível do Centro de Estudos de Teatro

O Centro de Estudos de Teatro produziu um vídeo sobre o trabalho que, há mais de 25 anos, é desenvolvido na unidade de investigação da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, para apresentar no âmbito da Mostra de I&D Europeia em Humanidades (Conferência Europeia em Humanidades, Fundação Calouste Gulbenkian, Maio de 2021).

Actualmente são mais de 80 investigadores que contribuem para o imenso trabalho "invisível", que muito tem contribuído para aprofundar o estudo sobre o teatro e as artes performativas em Portugal.

PARA UMA TIMELINE A HAVER | Visitas Guiadas

Conhecer a História da Dança em Portugal passa, hoje, por pensarmos hoje num espaço global, atravessado e em relação. A dimensão histórica, social e política convocada no projecto expositivo Para uma Timeline a Haver — genealogias da dança enquanto prática artística em Portugal que apresentamos nos Foyers do Auditório de Serralves, integrada na 6ª Edição do Festival DDD, contribuirá seguramente para o fazermos, para aprofundarmos o nosso conhecimento sobre este campo.

Sinais de Cena, Série II, nº5

No índice deste número encontramos, para além de vários ensaios dedicados ao fazer e ao pensar do teatro contemporâneo (na secção Estudos Aplicados), um Dossiê Temático dedicado a Fernando Pessoa e as Artes Performativas, alimentando o curioso diálogo transhistórico que este autor (ainda) estabelece com a dramaturgia contemporânea.

Exposição Pessoas com Relações com Pessoa

Como pode um soneto ressoar no corpo de quem o lê? Fernando Pessoa considerava-se um poeta essencialmente dramático. Vemos esse drama nos modos como fazia da escrita um palco para figuras literárias por si criadas, muitas vezes com relações – familiares, poéticas ou intelectuais – entre si. Fotografámos 42 leituras não-ensaiadas de sonetos pessoanos, fixando momentos de encontro que mostram uma teia de relações: entre pessoa retratada & fotógrafo, voz & soneto, corpo & memória, Pessoa-de-soneto & pessoa a recitar.