Sinais de Cena

Para assinar a Sinais de Cena, basta imprimir, preencher e enviar o formulário para a morada indicada.
Pode também encontrá-la à venda em livrarias (consulte a lista aqui).
Para aceder às normas de publicação clique aqui.

Sinais de cena, n.º 5

Este número da Sinais de cena ocupa o seu "Dossiê temático" com as razões que levaram o júri da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro a atribuir o Prémio da Crítica, bem como as Menções Especiais ao que se fez em teatro em 2005. Um homem é um homem , pelo Teatro da Cornucópia, e Ubus , pelo Teatro Nacional S.

Sinais de cena, n.º 4

Concretizações teatrais - alguns contornos mais próximos de nós no “Dossiê temático” deste número, coordenado por Fernando Matos Oliveira e por José Oliveira Barata, e que apresenta – em modalizações várias – uma alargada cartografia da performancecomo habitando também a paisagem artística portuguesa.

Sinais de cena, n.º 3

Com este 3.º número, a revista Sinais de Cenaentra no seu 2.º ano de publicação, dedicando o “Dossiê temático” ao Prémio da Crítica que o júri da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro atribuiu ao teatro feito em 2004: o espectáculo Para além do Tejo, do Teatro Meridional e projecto Percursos, do Centro Cultural de Belém.

Sinais de cena, n.º 2

Para o Dossiê temático deste número foi escolhida a cenografia em Portugal, partindo-se da convergência de uma interrogação temática e de uma cartografia artística para abordar uma das mais relevantes práticas fundadoras da composição teatral, apresentando alguns dos cenógrafos que vêm marcando, de forma decisiva, a cena teatral portuguesa, enquanto o Portefólio relembra e celebra – em imagens – os 30 anos da companhia de teatro O bando.